1/8 – CONSIDERAÇÕES SOBRE AS DIFERENTES ESCOLAS DE YOGA

diferentes escolas de yoga

O TERMO YOGA

Usado frequentemente na literatura sânscrita. Etimologicamente é derivado da raiz *YUJ*que significa “UNIR” e pode ter muitas conotações tais como União, conjunto de estrelas, empenho, soma, time, empenho em algo, agregação, etc.
No sentido especifico a palavra YOGA se refere aquele conjunto enorme de preceitos técnicos espirituais que cresceram na Índia através de muitos milênios e que devem ser lembrados como o verdadeiro substrato da vida cultural do homem indiano, assim sendo YOGA é o nome genérico dado a vários caminhos indianos de “Unificação” ou de transformação dos sentidos (consciência, percepção). É uma dimensão especifica da mente indiana, mas pode tanto ampliar-se, como ser ampliada a outros movimentos inspirados direta ou indiretamente nas fontes indianas, como por exemplo: Yoga tibetano, Yoga chinês, Yoga Cristã ou Hebraica, Yoga egípcia, etc.
As vezes o termo YOGA é usado nas escrituras sânscritas para indicar a meta verdadeira do YOGA, que é realização da realidade transcendental.

A PALAVRA YOGIN

A palavra yogin ou yogi, também derivada da mesma raiz é aplicada ao praticante de YOGA, que pode também ser chamado de Adepto. No feminino Yogini
O adepto passa por vários estágios:
1º – Começa pelo desejo de uma vida espiritual.
2º – Passa a ser um praticante
3º – Ascende ao Yoga e adquire uma sabedoria estável, isto é, controlando a mente e estabelecendo-se no seu próprio EU.
No primeiro item a meta é AÇÃO, no segundo é SERENIDADE, no terceiro é DESAPEGO.

 

Continua…2/8 – CONSIDERAÇÕES SOBRE AS DIFERENTES ESCOLAS DE YOGA

Deixe uma resposta

Rua Coelho Barradas, 117 V.Prudente - São Paulo - SP - CEP:03139-050 - Fone:(11) 3666-7917 Frontier Theme