Kriya Yoga

Kriya YogaParamahansa Yogananda fundou em Los Angeles a Self Realization Fellowship, uma instituição para difundir no Ocidente as técnicas do Kriya Yoga. Teria sido uma proposta do famoso e misterioso guru Babaji, feita a Yogananda e apoiada pelo seu mestre espiritual, Sri Yukteswar Giri.

A palavra kriya é de origem sânscrita e significa “ação”, “ritual” ou “prática”. O Kriya Yoga é o nome dado por Patânjali à prática conjunta da ascese (tapas), do estudo próprio (suadhyaya) e da devoção ao Senhor (Ishwarapranidhana).

Há três classes de tapas: físico, verbal e mental. Exemplos de tapas físico: jejuar, tomar banhos frios no inverno etc.Tapas verbal: permanecer em silêncio por tempo longo etc. Tapas mental: concentrar a mente em um só ponto por tempo prolongado (ekagrata), manter a serenidade em meio à adversidade, ser corajoso diante do perigo etc. Tapas é um conjunto de técnicas para fortalecer a vontade e dominar os sentidos.

Sobre o Krya Yoga, diz Patanjali:
Tapah-svadhyayesvara-pranidanani kriya-yogah.” (Yoga Sutras, II, 1)
A tradição dessa transliteração do sânscrito do Sutra 1 do Capítulo II dos Yoga Sutras, seria:

Tapas (austeridade), svadyaya (estudo próprio), e Ishwarapranidhana (adoração ao Senhor), constituem o Kriya Yoga.”
Compreende ainda o Kriya Yoga, algumas técnicas físicas do Hatha Yoga e do Yoga Tântrico.