Assim nos ensina o mestre Sivananda – III

Assim ensina o mestre atravéz de livros

Sri Swami Sivananda – assim ensina o mestre

Perfeição é de escopo infinito. Não te iludas pensando que atingiste perfeição ao conseguires pequena proficiência em determinado aspecto.

Medimos nossos valores pela medida de nossa limitada compreensão. Há tanto mais, para além do horizonte da mente! Não existe, no plano mais elevado da vida, aquilo que denominamos de “última palavra” em perfeição, ensina o mestre. Até mesmo para o Jivanmukta a encarnação pressupõe um certo grau de limitação. Por que vangloriar-se de perfeição quando há ainda tanto a fazer para reforçar os alicerces básicos?

Respeita as leis da natureza e a vida será boa para ti. O mundo reage para contigo de acordo com a tua atitude e teus atos para com ele. O mundo é apenas criação de tua própria mente. Se pensas que é mau, torne á mau. Se pensas que é bom, bom será.

Se és mundano, o mundo é para ti uma fonte de escravidão. Se és espiritual, o Mundo é apenas a imagem de Deus e um meio para libertação.

O Sol ensina-nos como ele concede a todos, indiferentemente, os seus raios vitalizantes, não os negando a nada. O rio ensina-nos que sua natureza é correr e desaguar no oceano, não negando suas águas a ninguém, aos que as merecem e aos que não as merecem, não se importando com o que é lançado em suas águas, de bom ou de mau.

Amor a Deus deveria ser expressado como amor à humanidade. Amor à humanidade deveria ser espiritualizado através de amor a Deus. Expandir-se é a natureza do amor verdadeiro. Quando exclusivo e possessivo, mesmo no caminho espiritual, deixa de sê-lo.

Espiritualidade é essencialmente universal. O homem espiritual está acima da religião institucional, embora isso não signifique que deve deixar de seguir a religião na qual cresceu e foi educado. A única diferença é que, agora, ele se colocará acima dos dogmas que dividem as religiões do mundo, os quais foram criados justamente para manter a sua exclusividade. Um Hindu espiritual é, na realidade, um Hindu melhor, e um Cristão espiritual é um Cristão melhor.

A luz está dentro de ti. Não podes descobrir nada além daquilo que já se acha dentro de ti, não importando o quanto te esforces para encontrá-lo fora. Não podes encontrar compreensão, amor, generosidade, boa vontade e merecer a ajuda dos outros, a não ser que tu as possuas
abundantemente em ti e as dês aos outros.

Como podes receber quando não tens coragem de dar? Como podes esperar que os outros não sejam egoístas a não ser que não o sejas também? Mesmo sendo generoso e não sendo egoísta, não tens o direito de esperar retribuição, pois a mera contamina todas as coisas boas da vida.

Dando, enriqueces; dominando o teu pequeno “eu”, encontrarás maior realização. Há um epitáfio que diz: “Tudo aquilo que dei, eu tenho; o que gastei, eu
tive; tudo o que tive, perdi”.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.