DIWALI – 14/11/2020

Diwali
Nesta época do ano, pessoas em todo o mundo estão se preparando para celebrar o Diwali, o festival das luzes. Um dos maiores festivais do Oriente, Diwali simboliza a vitória do bem sobre o mal, a luz sobre as trevas e o conhecimento sobre a ignorância.

Para que uma lamparina a óleo acenda, o pavio deve estar parcialmente imerso no óleo. Se o pavio estiver completamente submerso em óleo, ele não pode trazer luz. A vida é como o pavio da lâmpada, você tem que estar no mundo e ainda assim permanecer intocado por ele. Se você está afogado no materialismo do mundo, você não pode trazer alegria e conhecimento para sua vida.

Diwali é a comemoração da luz da sabedoria em nossas vidas. Lâmpadas são acesas neste dia não apenas para decorar casas, mas também para comunicar esta profunda verdade da vida. Acenda a lâmpada da sabedoria e do amor em cada coração e traga um sorriso radiante em cada rosto.

Diwali também é chamado de Deepavali, que significa literalmente fileiras de luzes. A vida tem muitas facetas e estágios e é importante que você lance luz sobre cada um deles, para que a vida seja totalmente expressa. As fileiras de luzes lembram você de que cada aspecto da vida precisa de sua atenção e da luz do conhecimento.

Também existe simbolismo na troca de presentes e na distribuição de doces durante o Diwali. Doces e trocas de presentes simbolizam a dissipação da amargura do passado e a renovação da amizade para os tempos que virão.

Diwali significa estar no presente, então deixe de lado os arrependimentos do passado e as preocupações do futuro e viva o momento. É um momento de esquecer as brigas e negatividades que aconteceram ao longo do ano. É um momento em que você lança luz sobre a sabedoria que adquiriu e dá as boas-vindas a um novo começo. Quando a verdadeira sabedoria desponta, dá origem à celebração.

O Yajurveda diz: “Tanme Manaha Shivasankalpam astu” – deixe as nobres intenções fluírem desta nossa mente. Este Diwali, celebra com conhecimento e assume a intenção de servir a humanidade. Acenda a lâmpada do amor em seu coração; a lâmpada da abundância em sua casa; a lâmpada da compaixão para servir aos outros; a lâmpada do Conhecimento para dissipar as trevas da ignorância; e a lâmpada da gratidão pela abundância que o Divino nos concedeu.

Diwali

No panteão hindu, Lakshmi a deusa da riqueza é a consorte de Vishnu. Segundo a lenda, ela nasceu das águas do oceano leitoso durante a saída dos oceanos e foi dada como um presente a Vishnu. Ela é especialmente adorada às sextas-feiras e durante festivais importantes como o Diwali como acontecerá no próximo sábado dia 14 de novembro. Simbolicamente, ela representa todas as qualidades supremas e poderes de Deus. Ela é o esplendor, brilho e abundância que fluem do Divino.

Todas as respostas positivas que você pode encontrar no universo emanam dela. Ela é uma fonte de todas as formas de riqueza. No nível físico, ela é força, riqueza material, saúde física, beleza e graça. No nível mental, ela é paz, felicidade, atitude positiva e harmonia interior. No nível espiritual, ela simboliza todos os poderes yogis ou siddhis, abnegação, bondade, disciplina e serviço abnegado.

Como consorte de Vishnu, a deusa Lakshmi desempenha os mesmos deveres de Vishnu, como preservadora dos mundos e de sua ordem e regularidade. Nos ícones e imagens, ela geralmente é mostrada sentada ou em pé sobre um lótus nas águas com elefantes ao fundo. O lótus simboliza a criação, beleza, harmonia, diversidade, estabilidade e suporte. Os elefantes simbolizam força e realeza. A coruja é o seu veículo que simboliza o destemor e a capacidade de ver na escuridão.