O que é um Ashram?

O que é um Ashram?

Swami Gitananda – Ashram

Swami Gitananda AshramUm Ashram é um eremitério espiritual de um Yogi ou Sábio. O Dr. Yogarishi Swami Gitananda transmitiu o Ensino esotérico de Yoga emanando de uma longa e ininterrupta linha de Gurus que o precederam. A cultura do Yoga que ele ensinou é, portanto, referida como “Yoga da Cultura Rishi”.

Na Índia antiga, um Ashram era um eremitério, o lar ou morada de um Muni, um Sábio, um Yogi ou um Rishi, e sempre a morada de um Guru espiritual atrai ao seu redor estudantes para serem treinados em disciplinas espirituais do Yoga, do Vedanta ou da antiga ciência sagrada dos Vedas. Vagamente, o termo “Ashram” significa a morada dos ascetas, um lugar onde se observa a prática de tapas, austeridade. Yogis, samquístas, vedanistas e tântricos sempre estabeleceram Ashrams espirituais. O chefe de um Ashram era conhecido como “Ashramaguru” ou “Ashramacharya”. O Ashram estava geralmente em uma área remota, situada em um ambiente silvestre, perto da água. Uma lagoa, um lago, um córrego, um rio ou um local próximo ao oceano. Alguns eram estabelecidos nas montanhas perto de lugares reconhecidos como santos e outros estavam em planícies. Esses locais de retiros espirituais sempre foram centros de discussões sobre assuntos religiosos, filosóficos e metafísicos.

Havia sempre um tempo reservado para a reunião com o Guru, o Guru Darshana, essa reunião recebe o nome de  Satsangha, a reunião do grupo público onde estudantes e visitantes podiam desfrutar da sabedoria do Sábio na residência.

Um Ashram nunca deve ser um lugar onde as pessoas se entregam a hábitos mundanos como fumar, beber álcool e etc. O membro de uma comunidade espiritual é chamado Ashramika, ou Ashramin, e cuida para que o Ashram seja um lugar onde “um estado de consciência prevaleça exalando evolução”, bem como um lugar onde os mais elevados ensinamentos espirituais sejam disponibilizados para buscadores. Nesse sentido, a palavra “Ashram” tem seu significado mais verdadeiro como “um estado de espírito”. Um Ashram de Yoga poderia ser conhecido como Rishi Gurukula ou Munivasa. Há outro significado dado à palavra “Ashram”, onde sugere os quatro estágios ou fases da vida.

O primeiro estágio, Brahmacharya, é o momento em que o aprendizado e o estudo predominam e a pessoa se prepara para as responsabilidades de uma vida adulta e madura, literalmente, na vida estudantil.

O  Grihasthya Ashram é o segundo estágio da vida, do chefe e homem da família. Onde predomina a responsabilidade com a companheira e a criação dos filhos.

O terceiro estagio é Vanaprastha, quando o homem literalmente se retira para a floresta, se desligando das preocupações materiais.

O quarto estagio é de total renuncia dos três estágios anteriores ou Ashrams. Nos tempos antigos da Índia, cada um dos três primeiros períodos durava aproximadamente 21 anos, embora o Sannyasa pudesse ser aceito a qualquer momento sem entrar no estado de Grihasthya ou Gharhasthya. No Yantra moderno, o período de tempo para cada um dos quatro Ashrams foi estendido para cerca de 27 anos de vida em cada fase.

Cada um está literalmente vivendo no seu próprio “Ashram”. O corpo é descrito como templo do espírito vivo ou um Ashram no qual Yoga Sadhana ou pratica do Yoga é feita. Este é o melhor significado da palavra Ashram.

Na Índia antiga, um aspirante espiritual procurava um professor religioso ou um guru espiritual. O professor religioso era frequentemente um Pandit altamente qualificado, versado na antiga “sabedoria da sabedoria” dos vedas. Algumas vezes um aspirante espiritual procurava um iogue ou um qualificado por experiências diretas nos “Aspectos Internos” da “Evolução Espiritual”. Ele pode encontrar um mendigo errante ou encontrar um professor em residência temporária em um famoso santuário, templo ou outro lugar sagrado. . Porém, mais frequentemente, o buscador ia à casa de um Rishi, ao lugar onde o professor dava instruções. Isso foi chamado de “Gurukula”, literalmente o “útero do Guru”

Como uma criança é nutrida no ventre de sua mãe e preparada para o mundo, também o” bebê “espiritual é nutrido no” ventre do guru “e preparado para a vida no mundo. É frequentemente citado que o Guru é “Mãe, Pai, Deus”. Alunos que procuram uma vida inteira o relacionamento com um professor realizado devem começar como bebês espirituais. De fato, podemos ser “bebês espirituais” por muitas vidas, até evoluirmos através dos ensinamentos para o amor e a graça do Guru. No começo, somos apenas Shishyas, ou estudantes, e o professor, Shishyaka. Com desenvolvimento sincero, o professor pode nos aceitar como um Chela, um discípulo genuíno. Na realização, o aluno é um com seus gurus. Yoga é uma filosofia simples da Unidade. Divisão e separação não podem existir dentro da Unidade.