Dia das Mães – 12/05/2024

Doar a Si Mesma – Mãe

Ao longo da história, as mães sempre foram veneradas, reverenciadas, analisadas, e até mesmo criticadas. Cada um de nós foi gerado pelo funcionamento admirável do corpo de uma mulher; cada um de nós tem uma mãe.

Ser mãe, entretanto, é mais do que um conceito biológico. Na Índia, mulheres profundamente maternais, compassivas e sábias são conhecidas pelo título “Santa Mãe”. Muitas pessoas que não conheceram suas mães biológicas sentem a presença dessa figura em seus pais adotivos, parentes e amigos. Existem mães humanas, mães espirituais, a Mãe Terra e deusas-mães. O papel da mãe é infinitamente complexo e feito de ternura, compaixão e lealdade inabalável. A mãe representa fertilidade, estabilidade, criação e sacrifício.

Nossas mães determinam o que nos tornamos, porque não são apenas doadoras da vida, mas também as pessoas mais influentes em nossos primeiros anos. Até chegarmos à idade de compreender essa influência, as mães nos fornecem as bases de nossa espiritualidade e do nosso sistema de valores. Uma mãe louva as realizações e ignora as pequenas faltas. Ensina seus filhos, protege-os da desgraça e esconde as próprías lágrimas, preferindo sorrir, para que seus filhos e filhas sorriam com ela. É ao mesmo tempo a que compartilha das dores e cura feridas. E toda mãe se doa sabendo que um dia seus filhos haverão de deixá-la.Dia das Mães

Maternidade

Por essas e outras razões, a maternidade é uma instituição sagrada, não sujeita a limites estreitos. Não é incomum alguém se dirigir a alguma mulher sábia ou uma avó em busca de conselhos maternos, pois toda mulher aprende por si mesma a ser mãe, mesmo que não tenha filhos. Um outro modo de encontrar uma mãe é ver como fonte de nutrição a Mãe Terra, que nos dá tanto e exige em troca tão pouco. A Mãe Terra nos abençoa continuamente com sua abundância, e todos nós nascemos dessa mãe universal e, um dia, a ela retornaremos.

A definição é, inevitavelmente, ampla, porque existem mães de todos os tipos – em parte para tornar mais suaves as arestas da vida para aqueles que amam. Uma mãe evolui sempre, é cada dia mais maternal. Embora alguns possam dizer que mãe é uma mulher que dá a vida com seu ventre e alimenta com seu seio, é importante lembrar que uma mãe – qualquer mãe – é também alguém que dá vida com sua ternura e alimenta com seu amor.

Texto extraído do livro “OM – Pensamentos inspiradores para que cada dia seja pleno de felicidade, saúde e realização”

Autora: Madisyn Taylor

Clique e compartilhe: